O Tribunal Regional Federal da 5ª Região (TRF5) homologou, em sessão plenária realizada on­tem (27/7), remoção a pedido de 19 juízes fe­derais substitutos, todos pelo critério de antiguidade. Em Pernambuco, os magistrados Gilton Batista Brito, da 23ª Vara (Subseção de Garanhuns), e Antônio José de Carvalho Araújo, da 19ª (Juizados Especiais Federais), foram para a Seção Judiciária do Estado de Alagoas, passando a atuar nas 8ª e 6ª Varas Federais da JFAL respectivamente.

Para a vaga aberta pela saída de Antônio Araújo da 19ª Vara da JFPE, assume o juiz Rodrigo Vasconcelos Coêlho de Araújo, da 24ª (Caruaru). Já o magistrado Claudio Kitner passa a atuar na 2ª Vara, deixando seu lugar na 25ª Vara (Goiana) para Bruno Zanatta, que era da 27ª (Ouricuri).

A juíza Ethel Francisco Ribeiro, da 18ª Vara (Serra Talhada) foi removida para a 4ª Vara (Recife), em vaga decorrente da remoção de Amanda Stoppa. Flávia Tavares Dantas, da 16ª (Caruaru), vai para a 13ª Vara, e em seu lugar fica Marcelo Honorato, da 20ª (Salgueiro). Por fim, o juiz federal Temistocles Araujo Azevêdo, da 22ª Vara da Seção Judiciária do Ceará, foi removido para a 23ª Vara da JFPE.

As Subseções Judiciárias de Ouricuri, Salgueiro e Serra Talhada ficam temporariamente sem juízes substitutos até a conclusão do XI Concurso Público para preen­chimento das vagas de juiz federal substituto da 5ª Região, que está em andamento.

Marcelo Schmitz - Seção de Comunicação Social